Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Empréstimo no carnê: Veja o que é e como funciona

30 de junho de 2020

3 minutos de leitura

por Lendico

Empréstimo no carnê? Como assim?! Bom, antes de explicar do que se trata essa modalidade, precisamos entender o que é um carnê. Os carnês são boletos já emitidos para pagamento de produtos ou serviços que foram parcelados. Geralmente, estes papéis são mensais, ou seja, se está estabelecido que o primeiro vencimento será no dia 10/06, então o padrão para os próximos meses será 10/07, 10/08 e assim por diante.

Como funciona fazer um empréstimo no carnê?

O empréstimo no carnê funciona da mesma maneira que qualquer outro empréstimo: o solicitante passa por uma avaliação do crédito e tem uma análise do pedido. A única diferença, como já esperado, é na forma que o empréstimo será pago depois. 

O empréstimo no carnê é uma maneira de você controlar melhor as suas parcelas, além de entender quantas já foram pagas, quantas faltam em um único lugar. O ponto positivo do carnê é não correr o risco de perder os comprovantes do seu empréstimo.

Onde pago um carnê de empréstimo? 

É possível pagar um carnê de empréstimo diretamente nos caixas de autoatendimento, aplicativo do banco ou internet banking. Como qualquer outro parcelamento, as folhas apresentam uma data de vencimento e o pagamento é feito todos os meses. 

Qual a diferença de pagar o empréstimo por boleto ou carnê?

Sobre pagar o empréstimo no carnê nós já vimos. Se você optar por pagar o empréstimo no boleto, precisa ficar atento para recebê-lo a cada mês, imprimi-lo ou recebê-lo por e-mail e, após o pagamento, precisar guardar o comprovante.

Quem pode pedir um empréstimo no carnê?

Qualquer pessoa que tenha 18 anos, comprovado via documento com foto, original, e que possua RG e CPF ativos, pode contratar o empréstimo no carnê (ah, a instituição financeira precisa oferecer essa opção, é claro).

Cada financeira possui suas variações, mas aqueles que desejam contratar um empréstimo precisam também de um comprovante de renda e de residência. Antes de qualquer coisa, vale confirmar quais são os documentos obrigatórios com a instituição que você escolheu. 

Autônomo pode pedir empréstimo no carnê?

Mesmo sem um valor mensal fixo como salário, o autônomo também pode contratar um empréstimo, já que possui rendimentos que podem ser provados de outra maneira (extrato bancário, por exemplo). Quem é Microempreendedor Individual (MEI), tem a possibilidade de usar a declaração anual do MEI e até mesmo a declaração do Imposto de Renda para comprovar que recebe pelo seu trabalho. 
Algumas financeiras podem negar o empréstimo, caso julguem os documentos apresentados não suficientes. Sendo assim, vale procurar algumas opções. Na Lendico, por exemplo, é possível contratar um empréstimo pessoal online. A vantagem desta modalidade, é que você pode pegar um valor sem ter de justificar sua finalidade. Pode ser uma boa solução!

A taxa de juros e opções de parcelamento são as mesmas?

A taxa de juros continua sendo a mesma estabelecida em contrato. Entretanto, vale ressaltar que cada instituição financeira possui a sua própria taxa. 

É confiável pagamentos por carnê?

Por ser gerado pela própria instituição financeira, é preciso que você confira e confie na credibilidade da empresa. Caso queira consultar, no Serasa eCred é possível conferir todas as instituições que passaram pela avaliação rigorosa e se tornaram parceiras. 

Ainda ficou com dúvida? Deixe o seu comentário para nós.

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *