Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

7 dicas de finanças pessoais para nunca esquecer

16 de novembro de 2017

3 minutos de leitura

por Lendico

financas-pessoais.jpg

Falamos muito de educação financeira aqui no blog da Lendico porque acreditamos que ela é fundamental para saber usar seu dinheiro de forma inteligente e eficiente para você. Trazer dicas faz com que fique mais fácil você entender como se organizar com as finanças pessoais e que possa mesmo ser um cliente nosso no futuro, quando precisar de crédito inteligente.

No texto de hoje nós separamos algumas dicas de educação financeira que precisam ser guardadas com você e fazer parte do seu dia a dia. Com estas dicas em mente, você tem mais chance de sucesso com a saúde do seu bolso. Vamos lá então?

Evite a todo custo entrar no cheque especial ou no rotativo

Sim, falamos muito deste tema aqui. Se você já lê o blog há um tempo sabe que cair no rotativo do cartão ou pagar juros do cheque especial é algo muito caro e você precisa fugir dessa. Se gastou demais, busque alternativas mais baratas de crédito antes que caia no desequilíbrio financeiro

Tenha reservas

Sua vida pode ser bastante estável, mas se forçar a ter reservas ajuda para que não sofra com imprevistos e que possa até mesmo economizar na hora de realizar sonhos. Não importa se este mês você consegue guardar apenas R$10, o importante é sempre economizar uma parte dos seus rendimentos.

É claro que o ideal é que você tenha uma porcentagem do seu salário destinada a investimentos todo mês, mas quando isso não é possível, o importante é começar. Se possível, faça mais de um pé de meia. O ideal é ter um para imprevistos e outras reservas baseadas em sonhos e objetivos de curto, médio e longo prazo.

Tenha uma planilha de gastos

Pode ser um aplicativo, um caderninho ou a famosa planilha, o que não pode é não ter controle sobre o dinheiro que entra e o que sai de sua conta. A planilha de gastos permite que você saiba como está sua saúde financeira e quais gastos pode cortar, por exemplo.

Não esqueça também de sempre colocar neste orçamento os gastos anuais, como IPTU, IPVA, seguros, etc.

Não tenha gastos que não condizem com sua situação financeira

Se você tem filhos ou outras pessoas com as quais divide as contas, é muito importante que todos entendam qual a situação econômica da família para que os gastos não fujam da realidade. Em hipótese alguma gaste mais do que você ganha e sempre evite esbanjar.

Gastar não pode ser sinônimo de felicidade

É claro que usar seu dinheiro em algo que queria muito pode lhe dar a sensação de realização, mas sua felicidade não pode ser baseada nos gastos que você faz. Quanto mais você atrela gastos à felicidade, maiores são as chances de se endividar.

Não vá ao mercado sem uma lista do que precisa (e nem com fome)

Precisa comprar coisas para casa? Antes de sair para ir ao mercado, anote tudo o que precisa. Se for comprar algo que já tem, mas que precisa de mais, anote quanto já tem em casa para não extrapolar nas compras.

E antes de entrar no mercado, faça um lanchinho. Fazer compras com fome faz com que você compre por impulso e assim gaste mais do que aquilo que precisa. Procure ir em um horário que não está com fome e nem com muita pressa, pois assim consegue analisar os preços e suas reais necessidades.

Aprenda sobre cálculos financeiros

Você não precisa virar um especialistas em finanças pessoais do dia para noite, mas quanto mais estudar e mais souber sobre juros, taxas e outros cálculos financeiros, melhores serão suas escolhas. Além disso, não precisará depender da boa fé de outros para fazer um bom negócio ou não, pois terá pleno controle do que está contratando.

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *