Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

O que é um birô de crédito?

08 de junho de 2021

5 minutos de leitura

por Lendico

Birô de crédito

Imagine uma época onde varejistas queriam vender seus produtos a prazo, concedendo crédito para que seus clientes pudessem comprar mais, ou ainda instituições financeiras – bancárias ou não – que podiam oferecer empréstimos, mas que não tinham não tinham a segurança de que receberiam por isso.

Pois era exatamente isso que acontecia até os anos 1950, quando o mercado brasileiro se uniu e passou a coletar informações sobre o histórico de inadimplência do consumidor. Este foi o primeiro birô de crédito, que passou também a ser conhecido como serviço de proteção ao crédito.

Para que serve um birô de crédito?

A ideia principal era a de proteger o comércio e permitir uma concessão de crédito saudável. Com informações sobre o histórico de seus clientes, tornou-se possível oferecer taxas maiores ou menores, assim como negar o crédito e evitar prejuízo.

Com o passar do tempo, outras empresas de proteção ao crédito foram criadas, desenvolvendo a forma como esses dados eram analisados. Um birô de crédito que coletava apenas informações relacionadas à inadimplência, passou também a obter dados de adimplência. Afinal de contas, uma inteligência de mercado precisa considerar também os pagamentos em dia, assim como a quantidade de vezes que o crédito é solicitado e quitado em dia.

O birô de crédito coleta dados de fontes públicas, mas também do próprio mercado financeiro, redes varejistas e concessionárias de energia elétrica, água e telefonia. Todas essas informações geram relatórios que podem ser consultados por todas as empresas que trabalham com crédito. A depender da complexidade da transação, mais ou menos informações podem ser solicitadas nos relatórios.

Quais informações eles fornecem?     

Existem três categorias básicas fornecidas pelos birôs, e essas categorias abrangem informações que vão desde histórico de pagamento, até protestos, dívidas e falências.

A última categoria criada, em 2019, é o Cadastro Positivo. Ele traz informações de histórico de crédito quitado ou ainda em andamento, desde que dentro do prazo determinado.

Na sequência temos o Cadastro Negativo. Aqui são armazenadas as informações de inadimplência, constando a data do último pagamento.

A última categoria são as Informações Completas, onde quem solicita recebe um relatório de informações de crédito bastante amplas. Dentre as mais comuns estão contas bancárias abertas e fechadas, dívidas contraídas, quitadas e perfil de pagamento em dia.

É importante esclarecer que os birôs de crédito seguem legislações exigentes e exclusivas para esse tipo de transação. Isso significa que o repasse dessas informações é realizado unicamente entre instituições que as usam com intenção de oferecer crédito de forma mais segura e saudável para o mercado.

Quais birôs de crédito temos no Brasil?

Conforme falamos lá no início, com o passar do tempo, alguns birôs foram sendo criados com diferentes características. Hoje, existem quatro em operação no Brasil:

SPC: O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) foi o primeiro birô criado no Brasil, por iniciativa de lojistas e da Câmara de Comércio de São Paulo. Hoje ele é controlado pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas, recebendo e cedendo informações de clientes de mais de 2.200 entidades. A missão do SPC é centralizar informações provenientes do comércio, para que os mesmos possam avaliar seus clientes. O SPC oferece serviços também às pessoas físicas, que podem consultar seu histórico. As consultas podem ser feitas por site, aplicativo ou nos balcões de atendimento, e custam R$ 16,90.

Serasa: O Serasa, que hoje é administrado pelo grupo irlandês Experian, foi uma iniciativa dos bancos, criada em 1968. A empresa também oferece a possibilidade de consulta por parte dos consumidores, embora o serviço seja gratuito. O Serasa permite ao mercado, a análise de risco de inadimplência através do Score. Um sistema de pontuação que sobe ou desce, de acordo com os seus pagamentos.

Boa Vista: Também conhecida como SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), A Boa Vista é birô que busca informações de histórico de crédito, assim como as duas anteriores. O objetivo é oferecer um serviço equilibrado aos clientes.

Quod: Itaú, Unibanco, Santander Brasil, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica se uniram para a criação desse novo bureau. O objetivo é concorrer com os demais existentes, unindo informações destas cinco instituições, que hoje são responsáveis por 90% dos ativos financeiros no Brasil.   

Para saber mais sobre a funcionalidade do Quod, temos um conteúdo completo sobre assunto

Como o Birô de crédito afeta meu pedido de empréstimo?

Considerando que o objetivo dos birôs é justamente oferecer ao mercado a possibilidade de análise do seu histórico de adimplência e inadimplência, seu empréstimo poderá ser afetado positiva ou negativamente, dependendo da sua situação.

Muitas pessoas pensam nos birôs de crédito como instituições que prejudicam o consumidor, mas não é verdade. Sem eles, muito possivelmente a concessão de empréstimos seria muito mais difícil de ser aprovada.

Além disso, não significa que consumidores que possuem histórico de inadimplências terão empréstimos negados. Se você se planejar e buscar um acordo para quitação das dívidas, essas informações também são coletadas e podem vir a seu favor.

Da mesma forma, um histórico positivo pode lhe garantir taxas menores e melhores prazos de pagamento ao solicitar um empréstimo. Agora que você já sabe o que são os birôs, que tal entender melhor sobre as análises de crédito? Fizemos esse conteúdo para te ajudar a saber tudo sobre o assunto.

Por fim, ainda tem dúvidas? Deixe nos comentários para nossa equipe!

Cadastre-se na nossa newsletter:

Email:
Nome:

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *