Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Risco de fraudes aumenta para idosos, segundo pesquisa

27 de janeiro de 2017

3 minutos de leitura

por Lendico

fraudes.jpeg

Uma pesquisa realizada pela Serasa apontou que os brasileiros são os que mais correm risco de fraudes quando o assunto é falsidade ideológica. Segundo o levantamento ainda, houve um crescimento no número de casos com idosos.

Cuidado com fraudes!

De acordo com o levantamento da Serasa, 43,6% das vítimas de fraudes de falsidade ideológica são idosos. Nestes casos, os fraudadores usam dados pessoais de terceiros para firmarem negócios ou mesmo para obterem crédito que não têm a intenção de pagar.

Ainda segundo a pesquisa, o sexo masculino representa a maioria dos idosos fraudados, sendo 71,6% das pessoas acima dos 60 anos que fazem parte da estatística. Além disso, a maior concentração está no Sudeste, onde os homens representam 50,9% do grupo que é buscado pelos criminosos.

Destaca-se ainda um elevado grau de risco de fraudes para os homens com idades entre 25 e 59 anos que têm renda entre R$ 850 e R$ 1075 e que residem na região Sudeste do Brasil. O que faz com que este grupo esteja mais propenso a ser fraudado é o fato de ser formado por pessoas dentro  da faixa etária economicamente ativa.

Regiões com mais casos

Quando separamos os dados do levantamento por região, observa-se que a alta propensão de fraudes para quem vive na região Sudeste, com 50,4% do total. Em seguida estão as regiões Sul, Nordeste e Centro-Oeste, que representam 18,5%, 16,2% e 9,9% respectivamente. No Norte do país foi encontrado o menor resultado, 4,9.

Idade

Apesar do crescimento do risco de fraudes entre os idosos, o grupo que mais está exposto, segundo o levantamento, é o que tem idade entre 25 e 59 anos, que representa 49,9% das pessoas. Os idosos ocupam o segundo lugar, ficando a frente dos jovens até 24 anos, com 4,9%.

Gênero e Renda

Quando analisamos os dados por gênero, 69% das pessoas com alto risco de serem vítimas de fraudes são homens. E entre os homens, os com mais de 60 anos foram o maior grupo exposto.

Já quando o critério é renda, as pessoas que recebem salários abaixo de R$ 1650 representam 52,9% das chances de golpes.

Segundo a Serasa, as pessoas de menor renda são as preferidas dos criminosos porque têm pouco conhecimento do tema e dos processos de segurança. Além disso, elas tendem a se expor mais colocando dados na internet, por exemplo.

Como se proteger de fraudes

Separamos algumas dicas que podem lhe ajudar a evitar fraudes:

  • Não coloque dados pessoais em sites que você não conheça e confie;
  • Cuidado com ofertas muito tentadoras na internet. Certifique-se de que a empresa realmente existe;
  • Não empreste seu nome para terceiros;
  • Cuidado com postagens em redes sociais que solicitem dados pessoais;
  • Não passe dados de cartão de crédito a terceiros. Quando for fazer uma compra em e-commerce, certifique-se de que os dados estão seguros e de que o site é real. É possível usar o Reclame Aqui e redes sociais para verificar se há reclamações sobre fraudes;
  • Não clique em links em que não confie;
  • Cuidado com e-mails falsos que se fazem passar por instituições bancárias;
  • Se tiver dificuldades em fazer uma compra pela internet, procure a ajuda de alguém de confiança;
  • Converse com idosos de sua família e dê dicas de como eles podem se proteger das fraudes.

Vale lembrar também que fraudes não se resumem apenas ao mundo online. Cuidado ao fornecer seus dados pessoais a outros indivíduos.

A Lendico é confiável?

Na Lendico temos um trabalho constante para que nossos clientes tenham segurança. Uma das formas de evitarmos fraudes está no fato de pedirmos que o cliente envie uma selfie (foto dele mesmo) com os documentos para que assim possa solicitar o empréstimo. Isso inibe a ação dos criminosos que usam dados pessoais de terceiros.

Além disso, todo processo de pedido de empréstimo é feito de forma online, diretamente em nosso site, que conta com certificado de segurança. Este processo dá mais segurança aos dados dos clientes que são transmitidos para a análise de crédito.

Tem dúvidas? Deixe o seu comentário!

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *