Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Quem pode comprar no boleto parcelado?

26 de maio de 2021

3 minutos de leitura

por Mirela Alves

boleto parcelado

A compra no boleto parcelado permite o fragmentação do valor a ser pago sem a necessidade de um cartão de crédito; veja como isso é possível

Atualmente, com a crise, mais pessoas buscam novos meios de comprar sem a precisão de usar o limite do cartão. Isso porque, o não pagamento da fatura do cartão acarreta em uma montanha de juros rotativos que são maiores que a grande parte das taxas disponíveis no mercado. Sendo assim, nasce uma nova função de parcelamento com juros baixos: o boleto parcelado.

Desde de 2019 a Lendico emprega esforços para levar essa modalidade aos seus clientes junto aos parceiros varejista. Contudo, essa opção ainda pode ser nebulosa para quem não tem contato com o universo financeiro todos os dias. Por isso, separamos tudo o que você tem que saber sobre como comprar no boleto parcelado antes de fechar um contrato online.

Comprar no boleto parcelado

Assim como qualquer outra linha de serviços financeiros, essa também precisa de uma aprovação de crédito por parte do responsável por liberar o recurso. Nesse caso, se o consumidor optar por pedir um boleto parcelado Lendico, por meio de um dos nossos parceiros lojistas, seremos nós os responsáveis por tal análise de crédito.

Para isso, é necessário que a pessoa esteja dentro dos seguintes critérios:

  • Ser maior de 21 anos;
  • Não ter mais de 30% da renda comprometida;
  • Pessoas negativadas tem menor chance de serem aprovadas.

Qual o juros do boleto Lendico?

Os juros das parcelas são adaptados de acordo com seu perfil financeiro e variam de 3,5% a 6,5% ao mês. Isso quem vai definir será a análise de crédito feita com os dados solicitados no ato do pedido. Com isso, preste muita atenção em cada detalhe do cadastro.

O que é solicitado no pedido do boleto parcelado?

É pedido no ato da compra:

  • Nome completo;
  • Endereço;
  • Valor da compra;
  • Número de parcelas;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovante de residência;
  • CPF: Cadastro de Pessoa Física;
  • RG: Registro Geral.

Como pagar o boleto parcelado?

Se você chegou até aqui e foi aprovado na etapa de crédito, está na hora de pagar a dívida. Pois, bem! O boleto parcelado começa a ser pago no dia do vencimento da primeira parcela, normalmente cerca de um mês após a compra.

Com isso, é comum que a pessoa já esteja em posse de seu bem.

Para pagar a parcela do mês é simples, pois os clientes Lendico recebem no e-mail cadastrado os boletos referentes às parcelas em datas próximas ao vencimento. Mas também é possível solicitar boletos em dia ou atrasados diretamente na área do usuário da Lendico.

Veja como:

  • Faça seu login com o seu e-mail ou CPF;
  • cadastre uma senha;
  • vá até a aba de boletos;
  • selecione qual a parcela deseja salvar ou imprimir.

Além disso, se você fez um pedido de boleto parcelado na Lendico, para quitá-lo ou apenas antecipar as parcelas e garantir o abatimento dos juros, também é possível entrar em contato pelo e-mail: atendimento@lendico.com.br, por meio das redes sociais (Facebook, Instagram e afins), ou pelo telefone (11) 3230-3332.

Carnê e boleto parcelado são iguais?

Lembra do antigo carnê, muitas vezes oferecidos em lojas de varejo de grande porte? Há um grande questionamento se o eles e os boletos parcelados não são a mesma coisa. Respondemos que não são!

O boleto bancário é um título de cobrança que pode ser pago em diversos locais, como bancos, farmácias e lotéricas, além de aplicativos e internet banking. Ele se caracteriza por ser quitado dentro de um determinado prazo de validade. Ou seja, a data do vencimento. No caso de boletos parcelados há um número de parcelas fixas que não se estendem muito para quitar o bem.

O boleto parcelado é feito por meio de uma parceria entre instituição bancária e varejista, enquanto o carnê é normalmente realizado pelo próprio varejista.

Entretanto, essa não é a única diferença, o carnê costuma trazer consigo juros mais expressivos por serem liberados com maior facilidade, pois a análise de crédito feita é mais simples. E, além disso, o carnê conta com tempo de pagamento mais expressivo.

Afinal, é por essas particularidades que o carnê vem se tornando cada vez mais obsoleto.

Por fim, ficou com mais alguma dúvida? Então, não deixe de comentar aqui embaixo para a nossa equipe.

Cadastre-se na nossa newsletter:

Email:
Nome:

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *