Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

O que é previdência privada?

29 de março de 2021

7 minutos de leitura

por Lendico

Previdência Privada

Previdência Privada é uma das modalidades de investimento de longo prazo, conhecido por ser muito utilizado como plano complementar de aposentadoria, que pessoas fazem com a intenção de não dependerem só do benefício assegurado pelo INSS.

Os planos de previdência funcionam muito parecidos com os fundos de investimento.

Pessoas definem a melhor forma de investir o valor que tem de acordo com o seu perfil, além de planejar o tempo em que pretendem deixar esses investimentos rendendo. Entretanto, quando se fala de previdência privada é bom destacar disciplina e um bom planejamento. Pois, você precisa escolher dentre as tantas formas possíveis de montar sua carteira, mas também precisa saber que o investimento em previdência privada só fará sentido se for deixado ali por muito tempo.

De forma simples, com um plano de previdência você investe um valor, deixa-o rendendo e ao final do contrato esse dinheiro retorna para você, junto com o rendimento de todo esse tempo. Quando isso acontece, você escolhe de que forma ela volta para você:

  • se através de um valor mensal definido (Recebimento Mensal Temporário),
  • um valor mensal menor, porém vitalício (Recebimento Mensal Vitalício),
  • ou ainda receber o valor guardado todo de uma vez (Recebimento Integral).

Nós falamos sobre plano de previdência no parágrafo acima, mas não o confunda com os fundos de previdência, ainda que um esteja diretamente ligado ao outro:

  • Os fundos de previdência são as instituições financeiras ou grupos que de fato recebem e administram a arrecadação dos investidores.
  • Os fundos oferecem os produtos e montam as carteiras de seus clientes, sendo também as responsáveis pela distribuição dos rendimentos, no futuro.

Planos de previdência

Planos de previdência são os produtos em si, contratados pelas pessoas que decidem investir. Um plano de previdência pode ser um pequeno investimento ou ainda uma grande carteira, onde investidores aplicam grande parte de sua renda, em diferentes categorias.

Se tiver interesse em saber mais sobre investimentos a curto, médio e longo prazo, nós temos um outro conteúdo que te ajudará a conhecer mais opções.

Além disso, também preparamos um artigo sobre como guardar dinheiro para a aposentadoria, que pode te ajudar a se planejar para investir em Previdência Privada, por exemplo.

A previdência privada vale a pena?

Sim! Porém é importante analisar os fundos em questão para tirar o máximo de proveito possível. Por isso, a redação da Lendico separou a explicação dos principais pontos da Previdência Privada. Veja!

Garante uma aposentadoria melhor

As pessoas costumam comparar a previdência privada com a social. No entanto, vale recordar que o INSS prevê resgate da contribuição previdenciária por uma série de outros fatores, não apenas quando você atingiu a idade determinada e/ou o tempo dessa contribuição. Estamos falando de auxílio por doença, acidentes, pensões por falecimento ou ainda quando tem interesse em comprar um imóvel.

No caso da previdência privada, esses auxílios não existem e a forma de resgate está alinhada ao tempo de contrato do seu plano. Algumas modalidades de planos oferecem a possibilidade de resgate antecipado, mas você precisa estar preparado para perdas e para um rendimento diferente do planejado.

Ainda assim, o rendimento que uma previdência privada oferece é certamente superior. Ela precisa ser encarada como um ativo importante para uma vida financeira saudável, principalmente em momentos de incertezas a respeito da previdência social.

Oferece carteiras diversificadas

Previdência Privada não é apenas um modelo engessado de investimento de longo prazo. Ela permite uma carteira com diferentes formas de rendimento e contribuição. No geral, podemos definir os formatos de planos de previdência em 4 grupos:

O Fundo Multimercado aplica os investimentos do grupo em diferentes tipos de ativos, como moeda estrangeira, renda variável e commodities. Esses fundos têm uma estratégia e um administrador por trás.

Os Fundos de Renda Fixa são os mais conhecidos e seguem um perfil bastante conservador de investimento, optando por ativos como os Certificados de Débito bancários, os famosos CDBs. Os fundos de renda fixa podem ainda ser organizados em grupos de investimento onde 100% do patrimônio é aplicado em títulos federais. Ou outros em que algumas pequenas fatias vão para opções de baixo, médio e alto risco.

Para garantir um retorno de longo prazo sólido, o Fundo Balanceado diversifica as aplicações, podendo ir de renda fixa a ações dentro do mesmo grupo.

Fundos de ações podem direcionar até 67% da carteira em ações e fatias de fundo de ações já constituídos.

Com esses exemplos você consegue ter uma visão mais clara sobre quão diversificada podem ser as carteiras de investimentos na previdência privada. Sabendo exatamente quanto você pode investir e quais os aportes que você poderá fazer ao longo dos anos, é possível traçar uma estratégia que tenha a sua cara, e investir apenas em um tipo, ou ainda em todos.

Benefícios fiscais

Atenção: o valor das aplicações no imposto de renda vem na data do resgate do valor. Quando isso acontece, existem dois tipos de tributação que você precisa escolher, no momento em que decide onde investir.

Tabela Progressiva: nesse caso as alíquotas aumentam de acordo com o valor recebido. Se a escolha do usuário é de receber da previdência privada um valor fixo mensal, os tributos serão taxados de acordo com os recebíveis. Quanto menor forem as parcelas, menores serão as alíquotas aplicadas.

Tabela Regressiva: aqui estamos falando da opção que muitas pessoas consideram mais atraente. A tabela regressiva estimula que você deixe seu dinheiro rendendo e que sua carteira de investimento permaneça ativa no longo prazo. As alíquotas diminuem com o passar dos anos. Logo os tributos são menores na data da aposentadoria.

Ainda sobre o Imposto de Renda, escolhendo o plano correto de previdência, a forma como você realiza sua declaração pode lhe trazer benefícios. Existem dois tipos gerais de planos de previdência:

PGBL

Esse é um tipo recomendado para quem possui deduções com saúde, educação ou declara patrimônio, por exemplo. Nesse caso, a pessoa opta pela declaração completa e então planos PGBL podem ser os melhores, uma vez que seja possível deduzir os investimentos até o limite de 12% da sua renda bruta tributável.

Na prática isso significa que assim como as deduções de saúde e educação que falamos logo acima, você paga, mas recebe uma parte de volta. Se essa restituição for reaplicada, você desenvolve ainda mais sua carteira de investimentos.

VGBL

Os fundos VGBL não contam com o benefício de dedução fiscal. Com isso, ele torna-se indicado para quem utiliza a declaração simplificada.

Ainda assim, investidores que aplicam mais de 12% da renda bruta podem optar pelo VGBL, já que acima disso não é possível dedução, mesmo que se tenha PGBL.

Cobra taxas cada vez menores

Fundos e Planos de Previdência Privada vêm ganhando força no Brasil. Com isso, a variedade de opções no mercado cresce e as modalidades de investimento reduzem taxas para garantir a permanência de seus investidores.

Liberdade de investimento

A liberdade está no poder de investir em uma variedade grande de oportunidades, de acordo com o seu perfil. Sempre falamos isso por aqui e vamos continuar falando sempre: planejamento e educação financeira são práticas inescapáveis para quem pretende ter um futuro confortável.

Logo, é preciso compreender quais os riscos que você está disposto a tomar e quanto é possível para você, nesse momento, investir. Sendo assim, você pode sentar e pensar em todas as possibilidades que existem dentro da previdência privada. Isso é liberdade, mas também é responsabilidade, porque para fazer sentido, o investimento precisa ficar lá por muito tempo. É possível regatar ele, só que nesse caso a pessoa perde a possibilidade de ter um rendimento sólido.

Cadastre-se na nossa newsletter:

Email:
Nome:

Por fim, ainda tem dúvidas sobre o assunto? Deixe nos comentários na parte de baixo da página. Além disso, não deixe de seguir as nossas redes sociais!

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *