Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Saiba o que é CET e como ele funciona

16 de novembro de 2018

3 minutos de leitura

por Lendico

O-que-é-CET.jpg

Se em algum momento você foi atrás de um crédito pessoal deve ter se deparado com o termo Custo Efetivo Total (CET), mas pode ter ficado com algumas dúvidas. Afinal, o que é CET e como ele funciona? Nós vamos explicar.

O que é CET?

CET é a sigla para Custo Efetivo Total. Ele é a taxa que corresponde a todas as despesas e encargos incidentes nas operações de crédito e de arrendamento mercantil financeiro. E isso vale para as contratadas ou ofertadas por pessoas físicas, microempresas ou empresas de pequeno porte.

Como funciona

O Custo Efetivo Total deve ser informado previamente à contratação das operações de crédito pelas instituições financeiras.

É necessário que elas forneçam ao proponente do crédito, a pessoa que está solicitando, a planilha de cálculo do CET, na qual são explicitados o valor em reais de cada componente do fluxo da operação, assim como os respectivos percentuais em relação ao valor que é devido. Além disso, a planilha deve constar no contrato – caso a operação seja contratada.

Cabe também à instituição financeira assegurar-se de que o tomador de crédito ficou ciente dos fluxos considerados no cálculo do CET, assim como de que essa taxa percentual anual representa as condições vigentes na data do cálculo.

Outra coisa importante é que o CET deve constar nos informes publicitários de operações.

Como é calculado o CET?

O Custo Efetivo Total precisa ser expresso na forma de taxa percentual anual, incluindo nele todos os encargos e despesas das operações. Isto significa que o CET deve englobar não somente a taxa de juros, como também tarifas, seguros, tributos e outras despesas que sejam cobradas do cliente.

Como calcular o CET então? Vamos seguir um exemplo com valor fictícios:

Valor financiado: R$ 1.000

Taxa de juros: 12% ao ano ou 0,95% ao mês

Prazo de operação: 5 meses

Prestação mensal: R$ 205,73

Além destes dados, deve-se considerar também a hipótese de pagamento à vista dos seguintes valores:

IOF: R$ 10,00

Tarifa de confecção de cadastro para início de relacionamento (cobrado por muitas instituições): R$ 50,00

Segundo a fórmula da Resolução CMN 3.517, de 2007, o FCo (valor do empréstimo concedido) e o FCj (valores cobrados pela instituição), seriam os seguintes:

FCo: R$ 940,00

FCj: R$ 205,73

cálculo com fórmula de CET

CET=44,53% ao ano ou 3,12% ao mês.

Legenda da fórmula de CET:

FC0 – valor do crédito concedido, deduzido das despesas e tarifas pagas antecipadamente;
FCj – valores cobrados, incluindo amortizações, juros, prêmio de seguro e tarifa de cadastro ou de renovação de cadastro, bem como qualquer outro custo ou encargo cobrado;
j – j-ésimo intervalo existente entre a data do pagamento dos valores periódicos e a data do desembolso inicial, expresso em dias corridos;
N – prazo do contrato, expresso em dias corridos;
dj – data do pagamento dos valores cobrados, periódicos ou não (FCj);
d0 – data da liberação do crédito pela instituição (FC0).

Para que serve o CET?

Agora que você sabe o que é CET, deve estar se perguntando qual sua função. Ele tem por objetivo deixar mais fácil para o consumidor a comparação entre diferentes ofertas de empréstimo pessoal feitas por instituições financeiras. Isso gera maior e mais transparente concorrência.

Vale lembrar que ao comparar o CET oferecido deve considerar um mesmo valor e prazo de pagamento.

Na Lendico o CET varia entre 2,97% e 12,89% ao mês (42,80% a 328,42 ao ano), dependendo da análise de crédito do cliente e da operação de parcelamento pela qual optar (6, 12, 18, 24, 30 ou 36).

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *