Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Guardar dinheiro ou pagar as dívidas?

19 de junho de 2018

2 minutos de leitura

por Lendico

dividas-guardar-dinheiro.jpg

O que é melhor, guardar dinheiro ou pagar as dívidas? Veja em quais situações cada opção é aconselhada.

Pagar as dívidas deve ser a prioridade de qualquer pessoa. Isso porque os juros se acumulam e, a cada atraso, ela fica maior. Mas será que existe alguma situação em que é aconselhável guardar dinheiro ao invés de pagar os débitos?

A resposta é provavelmente não. Isso porque os juros de dívidas costumam ser maiores que qualquer investimento, ou seja, o seu dinheiro rende menos que o valor devido. No final, você perde.

Mas existem alguns casos em que é sim aconselhável poupar ou investir ao invés de pagar uma dívida. Isso só acontece quando o juro da dívida é menor que o lucro do rendimento. É raro, mas pode ocorrer, por exemplo, com o crédito imobiliário.

Em uma situação hipotética, suponha que você tenha um financiamento imobiliário e recebe uma quantia de dinheiro suficiente para pagar todo o débito. Calcule e veja se o valor pode render mais em alguma modalidade de investimento.

Mas esses casos são extremamente raros. Pessoas endividadas, principalmente no cartão de crédito e cheque especial, devem dar prioridade máxima à essas dívidas. Porque é extremamente improvável que qualquer oportunidade renda mais que os altos juros cobrados nessas modalidades.

Cuidado com armadilhas

É necessário ter extremo cuidado com armadilhas. Muitas vezes, pessoas endividadas escolhem investir o seu dinheiro em negócios não seguros e, talvez, bons demais para serem verdade. Quando se trata de investimento a regra sempre é: quanto maior o lucro, maior o risco. E quem deve não pode se dar ao luxo de se aventurar e perder ainda mais.

A consultora financeira Júlia Mendonça esteve aqui na Lendico e ensinou como escolher o melhor investimento. Confira:

Como sair das dívidas

Se você tem débitos com o cheque especial, cartão de crédito ou financiamentos caros, o aconselhável é trocar a dívida cara por uma mais barata.

Para isso, some todos os seus débitos e tente negociar algum desconto no pagamento a vista. Em seguida, faça um empréstimo com juros mais baixos que a sua dívida atual. Assim, você vai saber o quanto vai pagar por mês e conseguir se programar.

Claro, é importante também economizar e cortar custos desnecessários. Você pode cancelar a tv por assinatura ou evitar restaurantes.

O economista Flávio Calife, do Boa Vista SCPC, também esteve na Lendico e explicou quais cuidados se deve ter e como é possível acabar com as dívidas. Confira:

Empréstimo na Lendico

A Lendico oferece empréstimo pessoal com uma taxa de juro média mais baixa que os grandes bancos. Faça uma simulação:

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *