Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Precisamos falar de educação financeira

31 de maio de 2017

3 minutos de leitura

por Lendico

Mesmo após a liberação do FGTS de contas inativas, a taxa de inadimplência no Brasil não caiu. De acordo com os dados divulgados pelo Banco Central na semana passada, o índice seguiu no patamar de 4% em abril. Este valor é o mesmo de janeiro deste ano. É hora de falarmos de educação financeira e sobre como sair das dívidas.

Que todo crédito seja inteligente

Não há problema se em um determinado mês você quis antecipar um sonho ou se acabou se descontrolando um pouco. Ainda que a melhor opção seja manter as finanças controladas, se em algum momento isso não ocorreu, é preciso recorrer pra soluções inteligentes. Mas o que isso quer dizer?

Não faz sentido pagar juros do rotativo do cartão ou do cheque especial se você tem a opção de usar um empréstimo pessoal ou um consignado, por exemplo. É importante que toda escolha de crédito seja inteligente.

Saiba quanto ganha e quanto gasta

Não dá para organizar suas finanças se você não sabe quanto ganha e quais são seus custos. Lembre-se que é importante saber qual seu salário líquido, ou seja, já sem os descontos de impostos ou outros. Isso lhe ajuda a não gastar mais do que irá receber.

Tenha sempre também um planejamento anual, afinal, precisa se preparar para os custos que acontecem apenas em determinados períodos, já que o dinheiro da renda não aumenta proporcionalmente às contas.

Se você já sabe que em março terá uma conta para pagar, pode começar a guardar mensalmente um valor que irá acabar somando o montante que será necessário.

Você saiba investir

Dinheiro parado acaba virando perda. Busque aprender mais sobre investimentos e aplique seu dinheiro pensando em metas de longo, médio e curto prazo. É importante que um montante para emergências, por exemplo, fique em um investimento que possa ser movimentado a qualquer momento. Por outro lado, se tem uma reserva para a aposentadoria ou comprar um imóvel, deve investir em algo que lhe possa render mais a longo prazo.

Busque conversar com amigos que já fazem investimentos ou com pessoas em quem confie e que já entendem de finanças. Existem até mesmo profissionais e startups especializadas neste tipo de consultoria financeira.

Todo contrato deve ser lido

Antes de contratar qualquer serviço financeiro, veja quais são as taxas e quais os juros envolvidos. É importante ter esses valores em mente caso precise decidir se necessitará de um empréstimo ou mexer em algum investimento.

Que o consumo seja consciente

Não saia comprando tudo o que tem vontade. A compra por impulso está entre as que mais geram arrependimento. Sempre olhe, avalie e só depois compra. Entrou em uma loja e gostou muito de um produto? Pesquise, saia da loja, avalie se realmente precisa daquilo e se a resposta for positiva, então compre.

Se estiver em uma promoção, a mesma ideia vale. A menos que seja um produto que já queria comprar e que já conhecia o preço, talvez o barato possa sair caro. Comprar algo que vai apertar suas finanças e que não precisava em um determinado momento pode não ser bom negócio, mesmo que o preço do produto esteja bom.

Cuidado ao emprestar seu nome

Se um amigo, familiar ou conhecido lhe pedir para usar seu nome para um empréstimo, financiamento ou mesmo usar seu cartão de crédito, avalie muito a decisão. É preciso considerar se você tem condição de pagar aquela dívida caso o outro não pague, afinal será você quem acabará inadimplente.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *