Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Como funciona o empréstimo com garantia de veículo?

20 de abril de 2018

3 minutos de leitura

por Lendico

Existem muitos tipos de crédito no mercado e um deles é o empréstimo com garantia de veículo. O fato é que na hora de escolher, muita gente fica em dúvida se é uma boa opção ou não.

Pensando nisso, trazemos aqui as vantagens e desvantagens do empréstimo com garantia de veículo em relação a outros tipos de crédito.

Vantagens do empréstimo com garantia de veículo

O crédito pessoal que usa como garantia o veículo é também conhecido como refinanciamento de veículo. Ele é uma modalidade de empréstimo na qual o tomador usa seu carro, moto, etc, como garantia, diferente do empréstimo pessoal sem garantia.

Como o tomador de crédito está oferecendo algo como garantia em caso de não pagamento da dívida, os juros destes empréstimos acabam sendo menores. Ainda assim, vale observar que empresas como a Lendico podem oferecer taxas similares sem a garantia. É preciso pesquisar antes de fechar o negócio.

Uma das vantagens do empréstimo com garantia de veículo é que ele pode ser tomado por quem tem nome sujo. Contudo, a pessoa passará por uma análise de crédito, podendo o empréstimo ser liberado ou não.

Em relação ao valor do empréstimo, é possível conseguir de 50% a 90% do valor do veículo. Este percentual varia de acordo com a instituição financeira. Além disso, dependerá do ano de fabricação do bem. Quanto mais novo o veículo, melhores taxas você poderá conseguir.

Outra facilidade é que se você for cliente do banco no qual fizer este empréstimo, poderá fazer o pagamento com débito em conta.

Desvantagens do empréstimo com garantia

Para poder pedir um empréstimo com garantia de veículo o automóvel deverá estar quitado e em seu nome. Mesmo que você seja casado, por exemplo, não poderá pedir para você um empréstimo usando o bem que está em nome do cônjuge.

Além disso, outra desvantagem desta modalidade de crédito é que seu bem fica alienado e portanto não pode ser vendido até que a dívida seja quitada.

E lembre-se, mesmo que você esteja ofertando um bem como garantia, a instituição financeira não é obrigada a lhe conceder crédito.

E por fim, esta modalidade é mais burocrática do que um crédito pessoal convencional, afinal, o veículo passa por vistoria, fica alienado e você corre o risco de perder o bem. Além disso, muitas instituições não aceitam carros muito antigos, o que pode significar veículos com 10 anos ou mais.

O que acontece se eu não pagar?

O veículo dado como garantia de empréstimo fica alienado e portanto, em caso de inadimplência, o bem pode ser perdido.

O que é preciso para pedir este tipo de empréstimo?

  • O veículo precisa estar em bom estado de conservação e funcionamento
  • Será feita uma vistoria do bem para avaliar qual seu real valor como garantia
  • O veículo deve estar em nome do tomador de empréstimo
  • É preciso que o bem esteja totalmente quitado e sem outra alienação

Documentos necessários para fazer o empréstimo

Você precisará de RG, CPF, comprovante de renda, comprovante de endereço e o documento do veículo (CRV).

Quem oferece este tipo de empréstimo?

Diversos bancos e instituições financeiras oferecem este tipo de empréstimo com garantia de veículo. Banco do Brasil, Caixa Econômica (Aporte Auto Caixa) e Bradesco são algumas das opções de banco para fazer este tipo de pedido de crédito. Além disso, para quem busca uma simulação online, é possível recorrer à Creditas uma plataforma digital que atua como correspondente bancário.

Negativado pode tomar empréstimo com garantia de carro?

Esta condição dependerá dos critérios estabelecidos pela empresa que ceder o crédito com garantia de veículo. É possível que uma determinada instituição aceite o risco, mas não necessariamente qualquer instituição de crédito fornecerá o empréstimo nestas condições.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *