Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Crédito pessoal: 5 perguntas essenciais antes de pedir!

18 de agosto de 2016

1 minuto de leitura

por Lendico

Antes de solicitar crédito pessoal, seja qual for o motivo, você precisa se fazer algumas perguntas para ter certeza da sua escolha. Mas como lembrar delas na hora de escolher a melhor opção para você e o seu bolso? A Lendico reuniu as 5 principais perguntas e compartilha contigo:

1. Esse crédito pessoal é realmente necessário?

Sim, essa é a principal. O crédito pessoal é necessário nesse momento? Por que você precisa dele? O motivo é essencial, imediato, ou é algo que você conseguiria comprar em três meses, economizando um pouco mais? O pedido de crédito deve ser analisado exaustivamente e não pensado de um dia para o outro.

2. Meu planejamento financeiro está em dia?

Por isso, a segunda pergunta é justamente sobre o seu planejamento financeiro. Você se decidiu pelo crédito pessoal, mas como estão os seus gastos fixos? Eles serão impactados pela tomada do crédito? O ideal é que o pagamento das parcelas não ultrapasse 30% dos seus rendimentos mensais.

3. Qual crédito pessoal ideal para mim?

Pessoal? Consignado? Com garantia ou sem? Pessoa física ou jurídica? Crédito para negativado? São diversas linhas e cada uma possui uma vantagem distinta. Por exemplo, crédito consignado já é descontado na folha de pagamento. Crédito com garantia é geralmente solicitado quando o valor é alto. Para acabar com as suas dúvidas, leia o post que criamos, contando as vantagens de cada linha de crédito pessoal e nossas sugestões. Clique aqui para ler.

4. Qual é o prazo de pagamento?

12, 18 ou 24 vezes? Qual o parcelamento ideal para o seu bolso e que não comprometerá o seu planejamento financeiro? Vale lembrar também que, parcelamentos longos (aqueles de 72 vezes), quase sempre mascaram altas taxas de juros. Então, veja se realmente vale a pena parcelar por um longo tempo. Fique de olho para não pagar de volta o triplo da quantia que tomou.

5. O Custo Efetivo Total (CET) é qual?

Saiba que o importante é sempre o Custo Efetivo Total (CET) e não apenas a taxa de juros. O CET engloba, além da taxa de juro, os encargos adicionais da operação, como IOF e tarifas do banco ou instituição financeira com a qual está solicitando o crédito pessoal.

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *