Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Devo pedir empréstimo para pagar as contas de início de ano?

10 de janeiro de 2017

2 minutos de leitura

por Lendico

Já estamos em 2017 e os boletos das contas de início de ano já chegaram, não é mesmo? Provavelmente você já tem em mãos boletos e cobranças de IPTU, IPVA, lista de materiais escolares e muito mais. Você está vendo o montante e não sabe se vai dar para pagar e é possível que a dúvida agora seja: é hora de pedir um empréstimo?

Como pagar contas de início de ano?

Muita calma nessa hora! Cuidado para não tomar atitudes precipitadas. Se você tem muitas contas de início de ano para pagar e não se preparou para isso fazendo reservas, o primeiro passo é entender exatamente quanto deve.

Faça uma planilha com todos os seus custos normais e em seguida adicione estas contas de início de ano (IPTU, IPVA, materiais escolares, etc). Inicialmente coloque os valores à vista e veja qual sua possibilidade de aproveitar descontos existentes.

Caso perceba que não há a possibilidade de pagar estas contas à vista, edite a planilha colocando os valores destas contas com o número máximo de parcelas. Distribua entre os meses, sempre tendo o cuidado de anotar todos os seus gastos e fazer estimativas reais. Verifique então se a diferença entre a sua renda e os débitos é maior que zero.

Lembre-se de considerar reservas para emergências e custos reais. Não deixe de fora, por exemplo, custos como supermercado, farmácia, etc. Se não sabe exatamente quanto gasta, pegue um extrato bancário dos últimos meses e veja quanto gastou em cada mês nestes estabelecimentos. Depois faça uma média.

Empréstimo

Se com o pagamento destas contas seu saldo for ficar negativo, é hora de pensar em um empréstimo como alternativa. Pode parecer uma medida extrema para quem nunca tomou crédito, mas o empréstimo pessoal pode livrá-lo de altas taxas de juros.

No cheque especial o valor devido pode crescer de forma muito rápida. Em dezembro os juros desta modalidade de crédito estavam em 314,51% ao ano, enquanto em dezembro de 2015 eram de 240,88% a.a.

Agora, se pensou em usar o cartão de crédito como plano B, tenha ainda mais cuidado. As taxas de juros do rotativo do cartão em dezembro chegaram a 453,74% ao ano.

No caso do empréstimo pessoal da Lendico, o CET (Custo Efetivo Total) anual varia de 43,70% a 99,52%. Esta variação ocorre devido à análise de crédito e a opção de parcelamento feita pelo cliente.

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *