Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Como saber se estou superendividado?

05 de julho de 2018

3 minutos de leitura

por Lendico

Como-saber-se-estou-superendividado-1.jpg

Segundo uma pesquisa feita nas capitais brasileiras, mais da metade dos brasileiros  não gosta ou não sabe cuidar de suas finanças. Além disso, seis em cada dez entrevistados para o estudo admitiram nunca ou raramente dedicarem tempo para o controle da vida financeira.

Os dados são do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e mostram porque encontramos um outro dado: 62,2% das famílias brasileiras terminaram o ano de 2017 endividadas, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic).

Como saber se eu estou superendividado?

Para te ajudar a descobrir se você está superendividado ou se está perto deste caminho e precisa prestar atenção, preparamos este teste abaixo. É bem rápido!

Saindo das dívidas

Se você quer sair das dívidas e começar a cuidar melhor de suas finanças, temos aqui uma relação de dicas muito importantes que irão ajudá-lo a não ficar mais no vermelho todo mês.

  • Controle seus gastos

Se você quer começar a controlar sua vida financeira precisa iniciar isso colocando tudo o que gasta na ponta do lápis. Existem aplicativos de finanças pessoais que podem ajudá-lo neste momento. O importante mesmo é entender onde está indo seu dinheiro para poder começar o segundo passo.

  •  Corte gastos que não fazem sentido

Depois de saber onde seu dinheiro está indo é hora de agrupar os gastos e entender onde consegue fazer cortes. Comece diminuindo e depois elime aquilo que faz seu dinheiro escorrer pelos dedos.

  • Tenha sua planilha de gastos sempre por perto

Para não se perder e voltar a gastar, mantenha sua planilha de gastos sempre por perto, seja no papel ou no celular. O importante é mantê-la sempre atualizada para não se descontrolar.

  • Consolide as dívidas

Se você tem muitas dívidas, fazer a consolidação pode ser a melhor opção. Para isso você deve fazer o cálculo de tudo o que deve e tomar um único empréstimo que quite todos estes valores, assim ficará com uma única dívida para ser paga mensalmente.

Ao quitar as dívidas antigas ainda poderá aproveitar descontos devido ao abatimento de juros. Tente sempre negociar para ter o mais desconto possível na hora de quitar a dívida.

  • Não saia com o cartão de crédito

Se um dos seus maiores problemas é a compra por impulso, evite sair acompanhado do seu cartão de crédito. Deixe-o em casa. Se viu algo que gostaria de comprar, vá para casa e aproveite o tempo para refletir se realmente precisa fazer aquela compra naquele momento. Isso lhe ajudará a diminuir os arrependimentos e compras que não pode pagar.

  • Guarde dinheiro

Não importa se neste mês só vão sobrar R$ 10. Guarde e comece sua poupança com o que pode. Depois de ter juntando um primeiro montante, comece a separar suas reservas entre reservas de emergência e reservas para a realização de sonhos de curto e médio prazo.

Quando já tiver estas ‘poupanças’, então será a hora de começar a buscar investimentos mais rentáveis, que lhe ajudarão a ganhar mais dinheiro.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *