Atenção! Nós não solicitamos depósito antecipado. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Cartão de crédito: como evitar os juros

16 de maio de 2016

2 minutos de leitura

por Lendico

Dados do Banco Central, divulgados no início de maio, indicaram o recorde dos juros do rotativo do cartão de crédito, que chegaram aos 449,1% ao ano. Não se lembra como o rotativo é cobrado? Leia mais dicas nesse post que produzimos, clicando aqui.

Essa já é a quarta elevação no ano e a décima nona consecutiva. A taxa média de juros para pessoa física também se elevou, passando para 7,95% ao mês (150,42% ao ano) em abril/2016, sendo a maior taxa de juros desde novembro/2003.

Pensando nisso, selecionamos dicas para evitar dívidas do cartão de crédito rotativo:

1. Amigos, amigos. Negócios à parte!

De acordo com o estudo realizado em abril de 2016, pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), 10% da população brasileira ficou com o nome negativado no último ano porque emprestou o seu cartão de crédito ou o nome a um conhecido. Por isso, quando for fazer algo do tipo, tenha certeza que a pessoa a qual emprestará o seu nome ou cartão de crédito, honrará com o compromisso financeiro.

2. Você sabe o quanto você ganha?

O uso descontrolado do cartão de crédito pode se tornar uma bola de neve, ainda mais quando você não faz ideia de quanto é o seu rendimento líquido mensal. Por isso, você pode adquirir uma dívida e não conseguir quitá-la, entrando assim no crédito rotativo e podendo aumentá-la em até 449,1% ao ano! Fuja de juros altos e tenha consciência em limitar os seus gastos com o cartão de crédito em até 50% da sua renda mensal, nunca mais que isso!

3. Não dê o passo maior que a perna

Sabe o ditado popular que a sua avó sempre repete nos almoços de domingo? Então, ele serve bem nessa ocasião e gostamos de adaptá-lo para: não compre aquilo que não conseguirá pagar. Ninguém pagará a dívida do seu cartão de crédito por você, lembre-se sempre.

4. O crédito rotativo não é o seu amigo

Não pense que gastar todo o seu limite em um mês e passar os outros onze meses do ano pagando é saudável. Pense nos juros altos do crédito rotativo e nos produtos que poderia ter comprado, se não tivesse pagado o mínimo. Organize-se financeiramente e pague, sempre que conseguir, o total fatura para não se preocupar com os juros do rotativo.

Precisando de ajuda com a fatura do cartão de crédito? A concessão de crédito pela Lendico segue a linha de empréstimo pessoal não-consignado para pessoa física. O Custo Efetivo Total (CET) pode variar de 2,79% a 5,26% ao mês, dependendo da análise de crédito do cliente e da opção de parcelamento. Mande hoje a sua proposta de crédito para nós! Podemos ter o empréstimo ideal para o seu bolso!

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *