Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Atenção! A Lendico Brasil não solicita depósito antecipado para a liberação do empréstimo. Isso é crime.

Faça sua análise

Cartão de Crédito ou débito: Qual escolher?

02 de setembro de 2021

5 minutos de leitura

por Lendico

Cartão de Crédito ou Débito

Na hora de escolher entre um cartão de crédito ou débito é importante considerar todas as funções de ambos os cartões no seu controle financeiro. A pergunta sobre qual dos dois é melhor é rotineira na vida dos consumidores. Isso porque cada uma das modalidades tem características, vantagens e pontos de atenção diferentes. 

Por isso, preparamos este post para que você possa tirar algumas dúvidas e entender que no cartão de crédito e débito, a melhor forma de pagamento é aquela que condiz com as suas necessidades atuais.

Cartão de crédito: Como funciona?

De forma resumida, é como se a instituição financeira com a qual você fez o cartão emprestasse um limite de crédito para que você quite a pendência apenas no mês seguinte. Pode ser uma ferramenta super vantajosa, desde que você tenha uma boa educação financeira e não acumule gastos sem um planejamento financeiro

Isso porque a possibilidade de comprar algo agora e pagar depois pode criar uma falsa ilusão de que temos mais dinheiro do que, de fato, possuímos. Por este motivo é tão comum ver pessoas endividadas por conta de cartão de crédito. 

Se você, por acaso, não tiver saldo suficiente para quitar a fatura, terá a opção de parcelá-la ou entrar no crédito rotativo. As duas opções permitem que você tenha mais tempo para pagar a fatura. O ponto negativo disso tudo é que os juros do cartão são bem altos, o que pode fazer você acumular uma dívida difícil de liquidar. Por isso a importância de conhecer suas finanças, já que com isso é possível usar o cartão de crédito como aliado e não vilão. 

Quando devo usar cartão de crédito

  • Compras maiores: o cartão de crédito é a maneira mais indicada para pagar grandes compras, como eletrodomésticos, eletroeletrônicos ou passagens aéreas. O motivo é que ele oferece parcelamentos, o que torna possível alguém que não tem caixa realizar compras em valores mais elevados (mesmo cobrados posteriormente).
  • Compras internacionais: é muito comum ver cartões de crédito sendo utilizados para compras internacionais (online e viagens). Por isso, consulte o seu banco para entender como o cartão pode ser utilizado em outros países. Mas atente-se também para não gastar o que não consegue pagar depois.
  • Programas de pontos: muitas vezes, os cartões de crédito estão vinculados a programas de pontos com instituições financeiras. Seguindo a lógica, quanto mais você gasta, mais pontos ganha. A taxa de conversão varia de banco para banco, mas a ideia é a de que, com a acumulação você possa trocar por produtos, milhas ou serviços exclusivos. 

Quais os riscos do cartão de crédito?

Como falado no início do post, é preciso ter sabedoria para lidar com cartão de crédito e débito. Entretanto, vale atentar-se para alguns riscos que o crédito oferece para quem não sabe utilizá-lo:

Pagar sempre o mínimo da fatura

Ainda é bastante comum os usuários de cartão de crédito se enrolarem no pagamento mensal do cartão de crédito e optarem por quitar apenas a taxa mínima da fatura. Entretanto, vale lembrar que quando você escolhe pagar o valor mínimo – juros rotativo – você fica condicionado às taxas de juros do banco (que costumam ser altas). 

Além disso, a fatura também voltará no mês seguinte, somando os valores que você gastou no período. Ou seja, sua dívida se tornará ainda maior com um tempo e isso pode virar uma “bola de neve”. 

Perder o controle das contas a prazo 

É claro que o pagamento à vista é a melhor opção. Mas, quando isso não é possível, as pessoas acabam usando o cartão de crédito. Entretanto, quando você parcela suas compras, acaba criando uma dívida que se prolonga por vários meses e acumula com outras contas a vencer. E de pequenas contas em pequenas contas, se forma uma enorme fatura na qual você tem dificuldade para realizar o pagamento. 

Ter um limite maior do que o possível

Para colocar algumas pendências em prática, o aumento do limite do cartão de crédito pode ser ótimo. Mas também pode ser um perigo se não souber usar. O crédito dá a falsa sensação de que você ainda tem dinheiro para gastar, quando na verdade o que tem é um teto de gastos que pode ser utilizado em produtos mais caros que devem ser parcelados. 

Não conhecer os juros 

Quando utiliza o cartão, deve saber que existem diversos juros que você pode estar sujeito a pagar:

  • Os juros que podem ser embutidos em compras parceladas;
  • Os juros do próprio cartão em caso de pagamento atrasado ou usando o pagamento mínimo; 
  • Juros de negociação das dívidas de cartão de crédito.

Quais os riscos do cartão de débito?

O cartão de débito apresenta o risco de ser clonado, principalmente se você ativou a aproximação. Por isso, é importante ficar atento aos lugares que frequenta e até desativar a aproximação caso não seja algo super importante pra você.  

Quando devo usar cartão de débito

  • Compras do dia a dia: o cartão de débito é a melhor alternativa para estes casos. Isso porque assim é possível ter um controle maior de compra, evitando gastos desnecessários. É interessante registrar os gastos para fazer o balanço no final do mês.
  • Descontos: ao realizar uma compra, é interessante conferir se o estabelecimento não oferece descontos para quem compra no cartão de débito. Isso porque o pagamento é feito à vista e pode ser mais vantajoso também para quem vende. 

Diante de todas essas informações, tudo depende muito de cada situação e perfil. Em alguns casos você usará o cartão de crédito e em outros o de débito (que é o mais recomendável pelos especialistas).

Agora que você já sabe a diferença e as características de cada um, é hora de escolher e sempre se planejar financeiramente para que nenhum dos dois seja prejudicial à sua saúde financeira. Continue navegando pelo Blog da Lendico para aprender ainda mais sobre finanças e empréstimos. 

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Artigo anterior

proxímo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *